Brasil volta a ser um dos destinos mais procurados

Procura dos destinos turísticos brasileiros ganha nova animação em Portugal

A quase lotação esgotada nos charters de Lisboa para Natal e Salvador, no Brasil, no fim do ano passado, a par da venda, também praticamente a 100%, dos lugares que tinham em voos TAP, são sinais do que operadores turísticos portugueses ouvidos classificaram como uma “boa procura” no mercado português dos destinos turísticos brasileiros.
Da parte dos operadores não há euforias, quer porque o mercado vive tempos de crise quer porque o destino Brasil ainda vive na “ressaca” da euforia das férias no Brasil, em que mais de 350 mil turistas portugueses viajavam por ano para os destinos brasileiros.



Praias brasileiras

Praias brasileiras

Por outro lado, na avaliação da programação do Brasil há uma forte tendência para “ver” pelo lado dos resultados económicos, mais do que pelo volume de passageiros, e desde que os operadores concentraram os seus programas em voos TAP, deixando apenas para períodos de “pico” os charters, em que tiveram prejuízos nos últimos anos em que mantiveram os voos semanais, a rentabilidade melhorou expressivamente.

Destinos turísticos brasileiros tiveram grande procura no Reveillon

Ainda assim, esses operadores destacam que mesmo em condições adversas, pela crise económica, como pela valorização do real, que torna os destinos turísticos brasileiros mais caros, a procura do Brasil “respondeu” e especialmente em períodos de “pico”, o mais forte dos quais foi o reveillon, com os dois voos charter praticamente cheios.
“O mercado absorveu a oferta em voos TAP e o reforço dos charters”, salientou um desses operadores, para quem, o Brasil se cotou como um dos destinos mais procurados no revéillon, depois do Funchal e do Algarve.
Não há dados que permitam avaliar a evolução da procura do Brasil no mercado português, uma vez que a informação publicada pelo Aeroporto de Lisboa não permite distinguir entre o que são passageiros oriundos do Brasil, oriundos do mercado português e com origem em outros países europeus, e o INE deixou de publicar as estatísticas das viagens dos residentes.

Brasil é a primeira origem dos passageiros dos voos TAP

As informações da TAP indicam que o mercado brasileiro passou a ser a sua primeira origem de passageiros nos voos de e para o Brasil, que depois estão os outros países europeus sem Portugal e só depois o mercado português.
Era uma tendência que já era esperada por responsáveis da companhia aérea, tendo em conta a dimensão dos mercados e as perspectivas de evolução das respectivas economias.
Ainda assim, fonte da TAP disse que nos nove meses de Janeiro a Setembro, as vendas no mercado português de voos para o nordeste brasileiro, que concentra a maior procura de viagens de férias, estavam em crescimento.
Natal tinha um aumento de 34,5%, Salvador crescia 21,5% e Fortaleza tinha um aumento de 3%.
Recife era a excepção com uma queda de 2,3%.
Esta fonte salientou que no entanto é preciso atender que nos primeiros nove meses de 2009 os operadores portugueses já tinham concentrado a sua programação em voos TAP, enquanto no período homólogo de 2008 o faziam em operações charter.

Fonte: Presstur

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *