Cruzeiros Egipto – Companhias alteram itinerários

MSC, NCL e Costa Cruzeiros já alteraram itinerários

As rotas dos cruzeiros pelo Egipto estão a ser alteradas. As companhias de cruzeiros estão a fugir das escalas previstas nos seus itinerários para o Egipto, assim como os operadores dos cruzeiros no Nilo e já emitiram alertas para as alterações nos seus programas, não se comprometendo com datas para a retoma dos itinerários originais.



Cruzeiro no Nilo - Egipto

A MSC lançou um alerta no seu site em que diz que tendo em conta a situação no Egipto decidiu cancelar as escalas do MSC Magnifica e MSC Splendida previstas para Alexandria durante o resto da temporada. A companhia diz no mesmo alerta que as novas opções são o Chipre, Israel e a Turquia.

A companhia de cruzeiros diz que vai continuar a monitorizar de perto a situação e de estabilização irão regressar aos itinerários originais.

Também a Norwegian Cruise Line emitiu um alerta para o Norwegian Jade em que sublinha a necessidade de proteger os passageiros e tendo em conta o aviso emitido pelo Departamento do Estado Norte-Americano que desaconselha as viagens para o Egipto, a companhia resolveu cancelar as próximas duas escalas do Norwegian Jade no Egipto, previstas para os cruzeiros dos dias 13 de Fevereiro e 6 de Março, e substituir por noites em Istambul.

Para os cruzeiros com partidas após 6 de Março a companhia vai continuar a monitorizar a situação e avisar os passageiros de acordo com o que considerarem adequado.

Também a Costa Cruzeiros informa no seu site que todos os itinerários que tenham escalas no Egipto e Tunísia foram modificados. Em particular a companhia refere-se aos cruzeiros programados para o Mar Vermelho com o Costa Allegra e Costa Marina cujos itinerários concentrar-se-ão nas escalas na Jordânia e Israel com operações de embarque e desembarque em Aqaba.

Para os cruzeiros que previam uma escala de um dia em Alexandria, no Egipto, o itinerário será modificado para uma escala alternativa em Israel ou na Grécia.

Para os cruzeiros no Mediterrâneo que previam uma escala de um dia em Tunes, a Costa Cruzeiros irá substituir com uma paragem de um dia em Malta, Palma ou Cagliari.

A Costa diz ainda no mesmo aviso que irá regressar ao percurso original, com escalas na Tunísia e Egipto, quando as autoridades responsáveis declararem a restauração da estabilidade e segurança.

A companhia de cruzeiros informa ainda que os passageiros com reservas confirmadas para os cruzeiros no Mar Vermelho no Costa Allegra e Costa Marina em Fevereiro e Março que não desejem viajar, deverão contactar com os agentes de viagens para escolher alternativas à rota e data.

A Thomson Cruises também alterou o itinerário do Thomson Celebration e cancelou as escalas no Egipto previstas para Hurghada e Luxor, trocando-a por Eilat em Israel que não estava no percurso original.

A Royal Caribbean está atenta ao desenrolar da situação embora não tenha neste momento itinerários a tocar portos egípcios.

Também as companhias de cruzeiros fluviais estão a cancelar os seus programas no Nilo. A Uniworld lançou um aviso em informa que cancelou os próximos cruzeiros até e incluindo 28 de Fevereiro e que os clientes podem escolher um cruzeiro/tours alternativo ou optar pelo reembolso. Para os cruzeiros/tours a partir de 1 de Março a companhia vai continuar a estar atenta ao desenvolvimento da situação do país e dará mais informação assim que possível.

Outras companhias de cruzeiros que já efectuaram cancelamentos das suas rotas pelo Egipto são a Viking River Cruises, Grand Circle Cruises, Avalon Waterways ou Discover Egypt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *