Seguros para casas nas férias

Os melhores seguros para casas nas férias

Se vai de férias, não pode deixar a sua casa desprotegida. Um seguro poderá fazer face aos principais imprevistos que poderão acontecer na sua casa durante as férias. Os preços variam entre os 148 e 240 euros, por ano. É esta a conclusão a que chegou o Diário Económico, depois de analisar várias ofertas disponíveis no mercado.



Casa de férias segura

Como sabem, o mês preferido pelos portugueses para gozar um merecido descanso após o longo ano de trabalho, é este mês de Agosto. Contudo, Agosto é também uma altura privilegiada para que os “amigos do alheio” entrem em ação. Para que possa ir de férias descansado/a, o melhor é deixar a sua casa protegida com um seguro de habitação. Apesar de não existir um seguro exclusivo para proteger os imóveis de roubos, as apólices dos seguros multiriscos habitação permitem incluir coberturas que abrangem este tipo de situações. Vejamos então as propostas de cinco das maiores seguradoras do ramo não vida a operar em Portugal para perceber por quanto dinheiro estão dispostas a fazer este tipo de seguros e as condições em que o fazem. Para isso, o Diário Económico considerou as ofertas da Fidelidade Mundial, Império Bonança, Axa Seguros, Tranquilidade e Zurich Portugal.

Propostas de seguros para casas nas férias com 10 coberturas básicas:

  • Seguro Fidelidade/Bonança

Para um capital de paredes de 150 mil euros e de um recheio avaliado em 25 mil euros, a Império Bonança e a Fidelidade Mundial cobram um prémio anual de 222,75 euros (ambas pertencem ao grupo CGD). Apesar de ser o segundo mais caro, uma das principais vantagens do “Seguro Casa” é o facto de não serem cobradas franquias ao cliente nas diferentes situações em que o seguro possa ser accionado.

  • Seguro Axa

O “Domus- Creditus” da Axa é o segundo mais barato, com um custo anual de 217,89 euros. Contudo, a partir do segundo ano é cobrado um prémio anual suplementar de 2,66 euros (protecção jurídica e assistência Lar). Na maioria das coberturas básicas não são cobradas franquias. Isto apenas acontece nas de tempestades e inundações (5% e mínimo de 60 euros), danos por água (10% e mínimo de 60 euros) e aluimentos de terras (10% e mínimo 100 euros).

  • Seguro Tranquilidade

O “Tranquilidade Casa” é o produto mais barato no universo analisado, com um prémio anual de 148 euros. O principal inconveniente, é o facto de ser exigido o pagamento de uma franquia de 100 euros na maioria das situações em que o seguro pode ser accionado. Para os danos no imóvel provocados por roubo ou furto o capital a segurar tem um montante máximo de 2.500 euros. Já nas coberturas para o recheio, o capital para furto ou roubo aplica-se a partir de 25 mil euros.

  • Seguro Zurich

É o mais caro dos seguros multiriscos analisados: custa 240,2 euros por ano. Contudo, é importante ter em consideração que o “Zurich Lar”, para além de incluir um leque de coberturas mais abrangente, também não assume o pagamento de franquias mínimas por parte do cliente no caso de accionamento das coberturas. Algumas das coberturas que abrange são, no entanto, desnecessárias na maioria dos casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *